quarta-feira, 16 de março de 2011

Enfim, alguma mudança digna de um texto

Uma festa, um banco e um "amigo" em comum. Já estava ficando entediada com o romance de pessoas ao meu lado quando ele chegou e começamos a conversar do nada. Pra mim, apenas mais um cara bonitinho que eu já estava flertando no dia anterior.
Horas passaram-se, contatos trocados e um beijo de despedida. Assim tudo começou.
Não acreditava que pudesse ter toda essa repercusão. Mas da forma mais inesperada foi o que aconteceu.
Sinceramente, queria não estar apaixonando-me. Medo. O maldito medo que sempre estraga tudo. Mas é que com o passar do tempo e com as inúmeras desilusões amorosas esse medo de amar, de me entregar faz parte de mim agora.
Ele me passa uma segurança tamanha que me faz querer nunca sair de seu lado. Me diz as coisas mais bonitas. Coisas que sempre quis ouvir. E ouvir o "eu te amo" dele faz-me sentir viva novamente.
Só queria poder agradecer por ter curado a ferida que tinha em meu coração.

1 comentários:

ZUMBIE DOLL disse...

a o amor adolescente, tão belo e tão inseguro de si mesmo, ainda temos que aprender que nada é eterno, e viver sem medo de ser feliz sabendo que a desilusão esta logo ali... então viver é aproveitar o momento.. carpe diem




http://bonecozumbie.blogspot.com/

Postar um comentário

 
↑Top