quarta-feira, 2 de junho de 2010

te amo ...

Eu não aguento mais essa saudade insuportável que está matando o meu peito. Ter que me controlar cada vez que te vejo, não conseguir abrir a boca para pronunciar um simples oi, não conseguir parar de olhar-te.
É realmente idiota a forma como fico só de saber que você está bem, a alegria toma conta de todo o meu ser. A única coisa que quero é que você fique bem e que seja muito feliz, mesmo que não seja comigo.
Tá tudo bem, eu não vou ficar aqui falando tudo de novo, porque se um dia você já leu isso aqui já sabe de tudo. Mas eu queria que soubesse oficialmente que acho que o que sinto se transformou mesmo em amor e é uma pena não ficarmos mais, porque agora eu ira fazer tudo diferente e ia realmente te fazer muito feliz. Só queria uma chance.

7 comentários:

Strike disse...

Já passei por isso. Não é nada bom...

Sophia disse...

eu sei :/

Love and Peace, or else... disse...

O tempo nos sopra, nos surra e nos diminui à mera poeira. O desgaste de tudo, ou a ausência do nada, seria culpa só do tempo?

Boa tarde.

May disse...

Nossa, triste isso =(...Mas seu blog ta ótimo!Parabéns!

Sophia disse...

nossa, isso dá um ótimo poema !
-
é mesmo. obrigada.

Anônimo disse...

Ei garotinha, já ouviu dizer sobre aquelas que agarram o garoto pela chincha, desferem o melhor dos beijos e ainda dizem coisas incriveis ao pé do ouvido? Te digo, não há "compromissado" que resista a uma atitude tão decidida como essa...

Costuma valer a pena. É o que elas dizem por ai....

beijos

Garoto do Carrão

Sophia disse...

é, eu sei que isso realmente funciona. foi mais ou menos o que fiz no final de semana (:

Postar um comentário

 
↑Top