terça-feira, 5 de outubro de 2010

Nostalgias

Eu não sou muito de ficar relembrando coisas e me chateando porque o tempo passou. Na verdade adoro o tempo ter passado. Mas hoje acordei bastante nostálgica. Não sei se foi o clima de final de ano, último bimestre, vestibulares chegando. Sei lá.
Lembrei de todos os anos passados. De como eu era tão inocente e boba; das coisas que fazia e que não fazia (rs.). Vi que, por mais que eu não queira assumir, e sentirei sim saudades da escola e até da minha insuportável e odiável turma.
A ideia de entrar em alguma faculdade me assusta demais. Já cheguei a pensar em esperar mais um ano. Mas o que eu ficarei fazendo durante um ano? Odeio ficar a toa, então já descratei essa hipótese.
Pensei tanto nesses três últimos anos. Não quero passar por essa drástica mudança. Tenho medo de mudanças. Detesto ter que enfrentá-las.
É demais pra mim ter que, de uma hora pra outra, aceitar a ideia de que eu nunca mais verei certas pessoas. Não aguentarei. Sério. Dessa vez não estou fazendo drama. Sei lá.
Hoje parei e olhei a minha volta. Vi que nunca mais verei o garoto mais idiota da sala fazendo suas piadas bestas e suas caretas estranhas (triste), não terei mais que aturar o macaco mor (viva!), não terei mais uma menina lesada me pentelhando (bom), não ouvirei mais os conselhos /que eu nunca sigo de todos pra quem eu conto mnha vida (que realmente é muita gente). Mas o que mais sentirei falta será dos meus dois inseparáveis mimos que tanto brigam e se odeiam. Não sei o que será de mim sem as cantorias dele e sem ouvir o barulho insuportável de descascar de esmalte dela. O que será de mim sem ver aquela cara rosa? Ai, odeio isso. As lágrimas já estão me consumindo. Pararei por aqui.

2 comentários:

J.R. disse...

Adorei o texto!!!! Parabéns pelo blog. Abraço.

Nando! disse...

As vezes tb acordo meio nostálgico! Mto bom o texto!

Postar um comentário

 
↑Top