quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Burra!

Se ela tivesse realmente mudado, perderia a graça e as inspirações para escrever. Poderia, tranquilamente, mudar seu nome para "Burra", "Idiota", ou qualquer adjetivo do gênero. Era para ela não ter olhado para ele, falado com ele, muito menos sumido com ele. Agora, lá está ela, frente ao espelho e perguntando-se como pode ser tão impulsiva e nunca pensar no que sempre acontece depois. Está, visivelmente, cansada de algo que nunca vai dar em nada. Ela vai aos poucos se libertando desse pseudo-romance típico de colegial, mas ele sempre aparece do nada e, novamente, ela joga-se em seus braços

2 comentários:

Rogerio disse...

todos erramos...mas tambem aprendemos...a vida e assim,,,

Arthur PPrado disse...

vai a luta, gata! arrasa!
bjuxX

http://reescritadetudo.blogspot.com/
casamento da sandy junior

Postar um comentário

 
↑Top